Samma-sati

1024px-Dharma_Wheel.svg

SAMMA-SATI (4 módulos)

Vagas Limitadas

Datas: Sábado e Domingo: 15 e 16 de Setembro

Horário: 09h às 19h

Local: Av. das Américas, Barra da Tijuca(casa)

Alejandro Torrealba ministrará os ensinamentos de seu Mestre Tenzin Wangyal Rinpoché

Modulo I: Shamatha e Vipassana

Modulo II: Refugio – Tsa Lung Interno:9 respirações:

Modulo III: Tsa Lung Externo e Sílabas Guerreiras

Modulo IV: Tsa Lung: (9 sílabas; 5 sons mantra);
Introdução ao Trul Khor

COORDENAÇÃO:  Alejandro Torrealba – Nakpa e Instrutor de Yoga Tibetano do Instituto Milarepa nas Ilhas Canárias, colaborador de Cláudio Naranjo no Programa SAT

“Tendo presente os ensinamentos dos meus Mestres sempre escutei falar de “Sati” como uma expressão que significava muito mais que a tradução inglesa de “mindfulness”. É lamentável que se empregue esse anglicismo, que limita o conceito e se esquece do sentido original em pali ou sânscrito. Samma-Sati é o sétimo aspecto do “Óctuplo Caminho”, e entendido como um Todo. Sati normalmente se traduz por ”atenção” e as vezes por “atenção consciente”, quando no sentido geral de samma-sati. que é memória ou lembrar, como ato de recordar ou recuperar a memória, isto é, reconhecer a nossa condição desperta através da “Atenção Consciente Perfeita”, como sinônimo, portanto de “Atenção Sábia”, enquanto que “Atenção Plena “ faz referência aos Preceitos (Sila). Thich Nath Hang o expressa claramente quando fala das “Cinco Práticas da Atenção Plena”, em relação aos Cinco Preceitos, e assim os escutei também dos lábios dos meus Mestres”.

No “Anguttara Nikaya Suttra” (III-68), um dos escritos fundamentais Theravada se lê claramente: “Amigos, ensina o Buddha qual é a causa? Qual é a razão para o não surgimento do ódio que ainda não tenha surgido e para seu desvanecimento se já tenha surgido? A liberação do coração por meio do “Amor Incondicional”, seria a resposta. Não surgirá o ódio que não tenha surgido e o que já tenha surgido se desvanecerá naquele que preste “Atenção Sábia” à liberação do coração por meio do “Amor Incondicional”.

Este é somente um exemplo de como se faz necessário recordar as Fontes, se é assim, como expressam os divulgadores do “mindfulness, sua origem está no Dharma ensinado pelo Buddha e, portanto, não é possível separar de seus fundamentos e compreendê-lo como um Todo.

Alejandro Torrealba

Mais informações pelo telefone 21 2255-4545

Nome*

Telefone*

Celular

E-mail*

Endereço

Comentários