Gestalt e Corpo

images

Coordenação: Sônia Andrade

Data: Aguarde divulgação

Desde Descartes estamos habituados a objetificar as coisas, os entes da natureza, mas como então objetificar o corpo e a experiência de estar corporificado? Como é investigar o corpo, esse ente que nós mesmos somos? Realçar a importância do fazer fenomenológico ancorado no próprio corpo, como é esse fazer, que ao longo da trajetória do trabalho terapêutico responderemos no intuito de ratificar a importância das raízes do pensamento fenomenológico e seus pressupostos para a compreensão do pensamento e método formativo criados por Stanley Keleman e, que, complementam uma lacuna da atividade fáctica da Gestalt, que só pode ser alcançada a partir de um aprendizado pela experiência no corpo.

A Psicologia Formativa enquanto uma abordagem motor-sensório preocupa-se em identificar como nos usamos corporalmente no mundo. A prática de exercícios específicos organizados a partir de gestos e posturas corporais também faz parte do contexto geral dessa abordagem e envolve o seguinte aprendizado: como é a “minha ação no mundo” que visa à reorganização de atitudes emocionais, pensamento, linguagem e comportamento. Qual é a “minha ação no mundo”? Como me organizo para agir diante dos desafios do viver?

Os Temas abordados são:

Corpo Herdado e Corpo Formado

Camada externa – ectoderma

Camada mediana – mesoderma

Camada interna – endoderma

Forma, Função e Comportamento

Mais informações pelo telefone 21 2255-4545

Nome*

Telefone*

Celular

E-mail*

Endereço

Comentários